abri uma gaveta e descobri coisas tuas, e não sabes o aperto que eu senti no peito. não devias, não devias, não devias. Não te devias ter ido embora. Bolas!

3 comentários:

M disse...

às x, quando uma porta se fecha, abre-se uma janela... com uma excelene vista :)

M disse...

*excelente vista...

xary disse...

aconteceu-me o mesmo há poucos dias atrás. acidentalmente, os objectos e fotografias saltam do esquecimento. e não, não devia mesmo ser assim.

**

html code
Daily Specials