Apetecia-me fazer uma loucura: prestar uma prova de amor a alguém e não ter medo de ser, por um momento, ridícula.

4 comentários:

Pete Palma disse...

E porque não?

Muito bom..!

sininho disse...

ai o que eu gostava de não parecer ridícula...

Mar* disse...

Me too...

Anónimo disse...

Quem és tu, Maria?
Tens um gosto sublime. Tão boas palavras.

...e no dia de um aniversário, escreveste exactamente aquilo que precisava de ler.

Cumprimentos,
Anabela

html code
Daily Specials